Como dar nome aos acordes - Parte 2 - Pt 2

Outro exemplo prático - Pt 2

Vamos procurar outra opção mais universal que possamos aplicar em qualquer contexto. Vamos tentar utilizar esse outro F#:

 

 

 

 

 

 

Esse F# ficaria no lugar da nota Sol. Já vimos no exemplo anterior que não podemos fazer isso, pois esse é o terceiro grau (é ele quem diz que o acorde de Mi em questão é menor). Utilizando esse F# no lugar do terceiro grau, o acorde ficaria suspenso.

 

Ficamos sem opções? Não, se o problema é a nota Sol, podemos tentar encontrar outro Sol que substitua aquele! Veja abaixo como existe outro Sol perto do acorde que estamos fazendo:

 

 

 

 

 

 

 

Se utilizássemos esse Sol, ele ficaria no lugar da nota Si. Mas o Si já está dobrado (aparece duas vezes), então não há problema!

 

Nosso desejo foi atendido, conseguimos acrescentar um F# sem prejudicar o acorde Em7, repare abaixo como ficou nosso acorde:

 

 

 

 

 

 

 

Tente fazê-lo no seu violão. Teve alguma dificuldade? Provavelmente sim, pois fazer uma pestana com o dedo 4 ou com o dedo 3 não é mole! Alguns guitarristas de jazz gostam de fazer isso, mas creio que seja uma minoria. Então vamos cogitar a hipótese de não tocar a última nota, o Si, pois isso facilitaria muito nosso desenho na hora de montar o acorde.

 

E aí, podemos fazer isso?

 

Lembre-se do que comentamos a respeito do quinto grau, que ele pode ser omitido sem prejudicar a nomenclatura do acorde.

 

Então está resolvido! O acorde não está tão completo e “cheio” como os anteriores que tentamos montar, mas está em uma versão bem fácil de se fazer e a sonoridade está agradável. Veja abaixo nosso resultado final:

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

Essa é a versão mais comum que você vai encontrar nos livros e dicionários para o acorde Em7(9). 

outra opçao de F#
nota Sol no lugar da nota Si
dificuldade com acorde
desenho acorde Em7(9)

Página Anterior

Continua